Para mim, fazer som é ideal para se obter a liberdade absoluta para criar novas atmosferas. Então decidi criar uma reflexão sobre o espaço onde passei maior parte da minha quarentena, explorando sons gravados no local e alguns apontamentos produzidos com ”synths” analógicos.