Ponto de fuga, 2020
70x100cm
Instalação no espaço
Da série Muros Variados.
Gruta do Deus Sol, 2020
70x100cm
Intestino, 2020
70x70cm
Paisagem de uma pandemia, 2020
46cm x 61cm
Estames, 2020
46cm x 61cm
Pirâmide de cubos, 2020
46cm x 61cm
Flores de quarentena, 2021
46cm x 61cm
Tinta da China sobre papel 100% algodão
Da série Muros Variados.

Losango desenquadrado, 2020
46cm x 61cm
Olho de estrela do mar, 2020
46cm x 61cm
Vida na Árvore, 2020
46cm x 61cm
Contornar a história, 2020
46cm x 61cm
Ponto de Fuga, 2021
70cm x 100cm
Tinta da China sobre papel 100% algodão
Da série Muros Variados.

Tecemos de medo as nossas casas. As paredes gordas de coisas surgiam inesperadamente como abrigos nos passeios pelo bosque. Umas palavras ao lado. Nada de abraços e beijos mal dados.
A minha casa resumia a minha vida, o meu próprio corpo, e todas as formas formicoscópicas desdobravam-se drasticamente.
Uns meses depois quando descobri os olhos e pulei a janela, entendi a longitude. Eu percebi, a cerca, o desconhecido, a incerteza de respirar.
Abriram-se túneis e ergueram-se muros. Sentimos as peles e o ar que lhes toca. Inventámos limites que desrespeitámos. Tivemos tempo para tudo, sem lugar para admirar o horizonte ao longe.

Um versão de Gruta do Deus Sol, da Filipa Morgado, está presente na edição serigráfica deste Cubículo.